top of page
Buscar
  • Foto do escritorJuliana Cavichiolo

Dicas para comprar os melhores e mais baratos equipamentos fotovoltaicos - parte 1

Atualizado: 10 de jul. de 2023

As energias renováveis como a solar, por exemplo, estão em expansão tanto no Brasil quanto no mundo. Assim, elas deverão em breve substituir as fontes energéticas que comprometem a integridade física do planeta. Como a energia solar já nasceu em uma época de alta tecnologia, o desenvolvimento de novos equipamentos acontece de forma muito rápida. Como resultado, constantemente surgem novos fabricantes, bem como distribuidores de equipamentos.


Por isso, o integrador solar precisa ficar atento para conhecer as novidades a fim de poder oferecer sempre o melhor aos seus clientes. Afinal, em um mercado onde a tecnologia comanda, não utilizar esses recursos significa perder competitividade em relação aos concorrentes.


Pensando nisso, a SolarMarket preparou esse material, separado em duas partes, com dicas importantes de como o integrador solar pode conseguir os melhores preços, e também uma alta qualidade na compra do Kit Fotovoltaico, que responde por 70% do valor do projeto de energia solar. Portanto, após a leitura o integrador estará conhecendo o melhor caminho para adquirir o Kit Solar, ou seja, vai ficar sabendo o que é uma plataforma de automação das atividades de um integrador solar. Confira a parte 1 deste artigo abaixo.


Como funciona a plataforma de automação


A plataforma de automação, entre as quais se encontra a SolarMarket, é um software completo, que otimiza as operações do negócio em todos os sentidos. Conhecido pelo nome de software como um serviço (SaaS), esse sistema existe para diferentes tipos de serviços, como o de exibição de filmes e séries, por exemplo.



O sistema funciona por meio do pagamento de um valor mensal, uma assinatura. Ao contratar, o assinante tem acesso a todas as funções do software, que no caso da SolarMarket abrange tanto a parte de projeto e instalação quanto a área de vendas e acompanhamento da jornada do cliente na empresa.



Em primeiro lugar, o assinante SolarMarket já pode esquecer a mão de obra da criação do espaço virtual. De fato, a assinatura inclui um espaço personalizado, com a marca do assinante. Além disso, o seu site pode contar com a calculadora solar, uma incrível ferramenta que em poucos segundos informa ao interessado (seu futuro cliente), quanto ele pode economizar com o uso da energia solar.


O uso da calculadora solar exige a realização de um cadastro, onde o interessado deve deixar as suas informações pessoais, inclusive o endereço eletrônico ou o número do telefone. Assim, quem tinha um leve interesse ou curiosidade pelo assunto se torna um lead. Na linguagem própria do sistema virtual um lead é um potencial cliente.

Em seguida, a inteligência artificial que gerencia o sistema repassa esses dados à equipe de vendas, que inicia o trabalho de conversão do novo lead em um cliente. A partir desse momento, todos os contatos com ele são registrados para consultas posteriores, usando a memória do sistema, e deixando o integrador livre da necessidade de lembrar de tudo que foi dito e negociado, já que tudo fica documentado.


Compra coletiva


A compra coletiva é uma forte tendência de comportamento de mercado para o sistema fotovoltaico, e faz parte do pacote de serviços da plataforma. Sabendo disso, fica inviável para o integrador tentar seguir por fora, sem aderir ao sistema. Principalmente porque a compra coletiva não é a única vantagem que ele obtém ao assinar um plano de gestão SolarMarket.


No século XIX, na Inglaterra, pessoas que trabalhavam em um determinado setor começaram a se reunir em grupos para comprar os insumos necessários ao bom desenvolvimento de suas atividades. Era o início das cooperativas, o primeiro sistema de compra coletiva, que logo se espalhou pelo mundo.


Sendo assim, a compra coletiva é uma forma de comprar no atacado, em grande quantidade, com o objetivo de conseguir melhores condições de compra, que não seriam possíveis em uma compra individual de baixo valor.


Certamente que a SolarMarket não é uma cooperativa. Contudo, ao reunir mais de 1800 pessoas com interesse no mesmo tipo de produto, surgiu um sistema similar que obtém os mesmos resultados. O importante é que o principal recurso da cooperativa, que é um preço de compra melhor, foi mantido em benefício do integrador solar.


Nesse sentido, o integrador solar que está entrando no mercado hoje tem uma grande vantagem que os do início não tiveram. A consolidação do mercado fotovoltaico atraiu milhares de novos integradores, e quem tiver medo de investir em tecnologia irá perder a competitividade.


A coleta de preço


Uma boa compra não acontece sem que ocorra antes uma pesquisa para saber onde estão os melhores preços. É um procedimento básico, que vale para qualquer setor da economia. Ao mesmo tempo, uma cotação de preço eficiente precisa de informações de, no mínimo, três fornecedores.


Com a variedade de distribuidores que atuam no mercado de energia solar, aliado ao crescente movimento de inovação na fabricação de novos equipamentos, essa cotação pode se tornar um processo demorado, mesmo com as facilidades que o e-mail ou o WhatsApp oferecem para agilizar as comunicações.


De fato, alguém terá que receber as mensagens, fazer a cotação e responder, enviando de volta os preços dos produtos. Essa operação deve se repetir para cada um dos distribuidores onde se deseja realizar a pesquisa de preço. No entanto, é preciso lembrar que enquanto você envia uma cotação, outra centena de integradores estão fazendo o mesmo. Naturalmente o tempo de resposta pode não ser tão rápido.


Contudo, esse processo acontece em poucos minutos para o integrador assinante de uma plataforma como a SolarMarket. Isso acontece porque já existe uma conexão direta entre a plataforma e os dezesseis melhores distribuidores de equipamentos fotovoltaicos que atuam no país.


Assim, o banco de dados da plataforma é constantemente atualizado, não apenas com os preços, mas também com os novos equipamentos que vão surgindo no mercado. Esses novos equipamentos geralmente trazem alguma inovação tecnológica em relação aos que estão em uso e, por conseguinte, têm preços diferentes. Portanto, a busca incessante por informações sobre novos produtos, que todo integrador precisa fazer, também se torna automática.


Até agora você já sabe o que é uma plataforma de automação e de que forma ela auxilia seus negócios, além de entender mais sobre a compra coletiva e como a SolarMarket faz a sua coleta de preço, garantindo os melhores valores ao integrador. Não deixe de ler a parte 2 deste material para conhecer o nosso gerador de proposta com inteligência artificial e entender como é a gestão na compra de equipamentos fotovoltaicos dentro da SolarMarket, processo que economiza o tempo do integrador solar, permitindo que este, foque a sua energia apenas em prospectar clientes.


34 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page