top of page
Buscar
  • Foto do escritorNathalie Ayres

Como ser um integrador solar? Confira 6 passos

Atualizado: 4 de jul.

Foto de mulher feliz em como ser integrador solar
Integradora solar animada com seu trabalho

Adote uma nova carreira promissora e mude de vida de forma simples


Já sabe o que é um integrador solar e foi mordido pela pulguinha da energia renovável? Entrar para este ramo pode ser bastante promissor, mas saiba que também é bem desafiador, já que a concorrência é acirrada. Por sorte, lendo o artigo a seguir, você estará preparado para entrar com tudo nesse mercado e saber como ser um integrador solar de primeira. Bora?


O que faz um integrador solar?


Como já explicamos neste blog, o integrador solar é a principal ponte entre o cliente final que deseja ter um sistema fotovoltaico e as distribuidoras de energia. Ele atua nos seguintes pontos:


  • Fornece os equipamentos necessários para a adesão à energia solar;

  • Estabelece projetos fotovoltaicos;

  • Realiza a instalação e conecta o sistema à rede de energia

  • Divulga a tecnologia e o conhecimento da sociedade sobre energias sustentáveis


Passo a passo de como ser um integrador solar


1. Fique de olho na educação e capacitação


Como você deve ter notado, o integrador solar precisa ter alguns conhecimentos em uso de energias renováveis, até para conseguir fazer seus projetos. Por isso, possuir formação técnica em áreas relacionadas, como eletrotécnica, eletrônica, eletromecânica ou engenharia elétrica pode te ajudar muito!


Além disso, é importante realizar um curso de especialização em energia solar para adquirir conhecimento técnico específico. Dessa forma, o integrador estará apto a oferecer soluções adequadas aos clientes e atuar em projetos fotovoltaicos com profissionalismo e qualidade. 


Dica SolarMarket!

Sabia que nossa plataforma usa Inteligência Artificial para montar dimensionamentos e propostas solares para você em minutos? Deste modo, você consegue realizar um projeto profissional com menos desgaste!


2. Confira o registro e regularização


Para trabalhar como integrador solar, é importante abrir uma empresa. Depois de aberta, o passo seguinte é cadastrá-la no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia). Para conseguir o registro, você precisará de um engenheiro elétrico como responsável técnico.


Vale lembrar que ao realizar os projetos, é preciso garantir que o projeto elétrico e a implantação do sistema de energia solar sejam acompanhados por um profissional responsável. Isso inclui a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).


Por fim, vale a pena dar uma estudada no regulamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), principalmente na Resolução Normativa 482, chamada de “Normas para Energia Solar”.


3. Pense bem em seus produtos e serviços


Ao criar uma empresa de integração solar, você precisa entender qual será seu modelo de integração solar. Existem três principais:


  • Compra de equipamentos via distribuidora.

  • Compra de equipamentos diretamente do fabricante.

  • Fornecimento de equipamentos ao cliente final sem intermediários na venda.


O mais comum é adotar o primeiro inicialmente, já que requer menor investimento inicial.


Além disso, lembre-se que é importante que sua empresa forneça tudo que o cliente precisa: incluindo equipamentos e serviços de engenharia, instalação e conexão à rede.


Mas, para além deles, você pode considerar vender outros produtos e serviços, como:


  • Iluminação solar autônoma;

  • Bombeamento solar;

  • Grupos geradores;

  • Operação/manutenção de sistemas fotovoltaicos.


4. Elabore um plano de negócios


Antes de começar um negócio, é sempre bom ter um plano, certo? E isso não é diferente quando se quer ser um integrador solar! Certifique-se de estar atento aos seguintes pontos:


  1. Análise de mercado: Pesquise sobre energia solar no Brasil, no seu estado e cidade; levante dados como o número de empresas locais, faturamento e valor de mercado; analise seus futuros concorrentes, preços, prazos e benefícios oferecidos aos clientes; e defina seu público-alvo e como competirá no mercado

  2. Plano operacional: Relacione materiais existentes e necessários, defina a equipe à disposição e entenda como a empresa funcionará na prática

  3. Investimentos e despesas: determine os investimentos necessários para estruturação e estime despesas operacionais, como aluguel, salários e materiais.

  4. Precificação: calcule quanto cobrará, pensando nos seus custos, margem de lucro e na competitividade dos seus preços!


5. Foque em vendas e atendimento aos clientes


Outro ponto importante é que ao trabalhar com integração solar, você precisará vender seus serviços e produtos! Por isso, atender bem seus clientes e ter bons argumentos de vendas é essencial para prosperar e fechar bons projetos. De nada adianta a técnica sem ter um pouco de lábia e saber vender seus diferenciais.


Dica SolarMarket!

A SolarMarket é um CRM que te permite gerenciar todas as suas vendas, desde a prospecção de leads (ou seja, potenciais clientes) até a venda em si! Além disso, possuímos ferramentas que otimizam seu trabalho, como a IA para dimensionamentos e projetos, te dando mais tempo para focar em fechar mais vendas!


6. Invista em marketing e divulgação


Se você quer ser um integrador solar, Marketing é fundamental para atrair seus potenciais clientes e fechar ótimos negócios. Existem alguns canais que você pode explorar, como:


  • Redes sociais (Instagram, TikTok, entre outras)

  • Motores de busca (Google e afins)

  • E-mail marketing

  • Anúncios


Temos um post aqui no blog aprofundando mais o marketing digital para integradores solares!


E se você estiver com tempo, confira nosso aulão sobre marketing digital e o mercado solar:




Quanto ganha um integrador solar?


Saber o salário é importante quando se pesquisa como ser um integrador solar, não? Quando falamos em uma pessoa que abre uma empresa de integração solar, os ganhos variarão bastante conforme os trabalhos executados. Mas uma pesquisa realizada em 2023 mostrou que os integradores no Brasil ganham em média 7 mil reais por mês. O maior potencial de ganho está em oferecer projetos de implantação de energia solar e aliá-los à instalação.


Vale reforçar também que o mercado está em expansão no Brasil: 



Ou seja, o mercado está em expansão e, com isso, os ganhos tendem a aumentar também!


Quer ser um integrador solar? A SolarMarket te ajuda em todos esses passos!


Se você é novo no mercado ou veterano, saiba que a SolarMarket é a plataforma que você procura para otimizar seus negócios! Oferecemos a você facilidades do pré ao pós-venda, como ferramentas como:


  • Geração e direcionamento de propostas: que proporciona dimensionamento preciso e agilidade.

  • CRM completo: que possibilita o acompanhamento dos seus clientes do pré ao pós-venda.

  • Comprador SolarMarket: com acesso aos melhores preços do mercado na compra dos kits fotovoltaicos.

  • Calculadora solar: que permite a simulação da economia mensal do cliente.

  • Financiamento: com as melhores taxas do mercado e rápida aprovação.


O que está esperando para otimizar seus negócios agora mesmo? Clique aqui e converse com nossos especialistas!


55 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page